sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

COLÔNIA DEL SACRAMENTO retratada por Josué Salgado




Localizada no Uruguay, a beira do Rio da Plata, fica uma hora de Buenos Aires, de barco (rápido) ou a três horas de barco (lento), chamados de Buquebus, uma barca grande, confortável, segura, com free shop, bar, cafeteria... Saindo de Buenos Aires, atravessando o rio, surge Colonia, como se fosse uma espécie de túnel do tempo, parece uma cidade cenográfica, as casas rústicas, carros antigos por todos os lados (alguns decorados com plantas), o farol, o cais, as ruas em pedrarias, bicicletas, bares e cafeterias, com suas mesas nas ruas e calçadas, tudo isso, num clima de frio gostoso que envolve uma vida pacata, longe do agito da cidade grande. O centro é poético, singular, romântico... bom para relaxar, desopilar, namorar... Se você for do tipo preguiçoso, você pode conhecer e passear pela cidade em carrinhos (alugado), tipo carro de campo de golfe, porém, o bom mesmo, é caminhar, explorar e descobrir cada cantinho da cidade. Um dia em Colonia é como vivenciar um filme antigo (de época), o dia é apaixonadamente revigorante e o entardecer chega melancólico com final de THE END e aí DE VOLTA PARA O FUTURO.


 
















Nenhum comentário:

Postar um comentário